Posts Recentes!

O que faz um Relações Públicas?

Dentre as várias carreiras profissionais existentes hoje, uma que chama a atenção pela sua importância e modus operandi é a de Relações Públicas, também chamada de RP.

Importantes para desenvolvimentos de marcas, empresas e até pessoas perante o público, os profissionais dessa área são indispensáveis, principalmente na era da internet, em que todos estão expostos constantemente e devem ter cuidado tanto com o conteúdo compartilhado quanto pela forma de se manifestar.

Conheça abaixo, com maiores detalhes, que faz um Relações Públicas, sua formação e principais funções.

Relações Públicas

Dica: Estude na Estácio com bolsa de até 50%!

Relações Públicas: Conheça as funções

Conforme o nome da área (e como também é chamado o profissional nela especializado) já indica, o RP é responsável por gerir o relacionamento entre a empresa, marca ou mesmo pessoa (artista, político, empresário) e o público.

Dessa maneira, é de sua responsabilidade não só construir a imagem e personalidade desta marca, empresa ou figura pública, mas também mantê-la e fazer com que as declarações, posicionamentos e publicações futuras em redes sociais, sites, entrevistas e pronunciamentos públicos.

Portanto, ele não só é responsável pela gestão de crises da empresa que afetem a imagem dela perante o público, mas pela própria construção dessa imagem.

Relações Públicas

O RP, portanto, vale-se de um processo comunicacional que procura otimizar a relação entre seu cliente e o público por meio do desenvolvimento de mensagens positivas que dêem resposta e correspondam ao que o público alvo espera e deseja.

Veja abaixo alguns dos aspecto que compõem o dia a dia e as atividades de um profissional das Relações Públicas.

Planos de comunicação são elaborados pelo Relações Públicas

O RP deve conhecer os valores, missões e objetivos do seu cliente, seja ele uma pessoa jurídica ou física e, a partir daí, elaborar um plano de comunicação que abranja tanto a estrutura interna e organizacional do cliente quanto externa, com o público, mídia e outros.

Dessa forma, devem ser desenvolvidas técnicas para que a comunicação não destoe nos diferentes âmbitos em que ocorre.

O Relações Públicas também opera na organização de eventos

Outra parte muito interessante das funções e práticas do RP é que esse profissional também é responsável pela organização de eventos, tanto internos, para seus próprios colaboradores e parceiros, quanto externos, em que há maior exposição ao público e, portanto, deve ser impecável, com as operações funcionando uma de acordo com a outra.

Relações Públicas devem redigir Releases

Um release nada mais é que um texto que é utilizado como comunicado pela empresa ou indivíduo assessorado por um Relações Públicas. Dessa maneira, é necessária extrema atenção no seu desenvolvimento, pois ele demonstrará o posicionamento da pessoa física ou jurídica diante de certas situações que, por muitas vezes, podem ser delicadas.

Nesse sentido, a escolha de palavras, o desenvolvimento do texto e o tom adotado para ele são muito importantes e influenciam no sucesso ou não da mensagem e na capacidade dela atingir o público e, não obstante, atingi-lo exatamente da forma como planejado.

Portanto, releases podem ser um tiro no pé quando desenvolvidos sem o cuidado necessário, até mesmo podendo sujar o nome da empresa ou pessoa em nome de quem eles falam.

Assessoria de comunicação é outra atividade do Relações Públicas

Além dessas atividades, ao RP também cabe preparar a assessoria da imprensa de seu cliente.

Isso engloba tanto as postagens em redes sociais diversas quanto o conteúdo do site e, ainda, a organização de eventuais eventos com a imprensa, que podem ser tanto coletivas quanto entrevistas individuais.

A divulgação da marca, pessoa pública ou empresa depende diretamente dessa aparição perante o público de diversas maneiras, de forma que a assessoria de imprensas é uma das partes mais importantes do trabalho de um Relações Públicas.

Gerenciamento de Crises

Por fim, os profissionais dessa área são muito lembrados em razão do gerenciamento de crises, ou seja, de sua atuação diante de situações críticas em que a imagem do seu cliente pode estar abalada ou, ainda, tornar-se abalada em razão da ausência de posicionamentos imediatos.

A reconstrução da imagem ou contorno de situações constrangedoras que possam influenciar negativamente nela são extremamente importantes e, caso não sejam realizadas, podem frustrar todos os demais planos de atuação do RP.

Como ser um Relações Públicas

Embora, atualmente, muitos profissionais que atuem na área sejam provenientes de cursos de comunicação, tais como Publicidade e Propaganda e, principalmente, Jornalismo, há um curso superior especialmente dedicado ao RP.

A faculdade de Relações Públicas demanda 4 anos de estudos e forma bacharéis na área a partir do estudo de áreas como Ciências Humanas, Antropologia, Comunicação e Sociedade e Assessoria de Comunicação.

Além disso, o estudo de Relações Públicas também envolve, ainda, matérias como Cultura, Técnicas de RP e outros que podem influenciar na compreensão do poder da comunicação e como utilizá-lo.

Por fim, destaca-se que a área é promissora e tem sido cada vez mais valorizada por empresas e marcas que desejam chamar a atenção do público e construir com ele uma relação estável e fiel.

Conheça o curso de Ciências Contábeis

Conheça o curso de Administração

Conheça o curso de Logística